00:00:00
18 Aug

Mappin volta ao mercado em formato e-commerce

Marca reiniciou suas operações em 10 de junho sob o comando da Marabraz; relembre campanhas

Um dos principais nomes do comércio multimarcas no Brasil, o Mappin, que encerrou suas atividades em 1999 após processo de falência, voltou ao mercado na segunda-feira, 10 de junho. Adquirida pela Marabraz em 2009 por R$ 5 milhões, a marca irá funcionar em formato e-commerce e terá operação digital realizada pela Blue Group.

A princípio, a plataforma vai contar com mais de 15 mil itens à venda, entre produtos cama, mesa e banho, utilidades domésticas, móveis, decoração e outros. Dentre os destaques do portfólio, haverá uma linha de móveis exclusiva Mappin com produtos inteligentes para espaços compactos, como cadeiras que viram estantes e gavetas que se transformam em bancos, por exemplo. Para o segundo semestre de 2019, está previsto ainda o lançamento de um Marketplace Mappin que promete aumentar o catálogo para mais de 500 mil itens.

“Estamos animados e ansiosos para o lançamento. Sabemos que essa é uma marca muito querida e nostálgica, por isso todos os nossos esforços estão focados para atender às expectativas do público. A ideia do e-commerce é tornar possível que as pessoas encontrem tudo o que procuram, como era a proposta da marca antigamente, mas agora sem precisar sair do conforto do lar”, explica Nader Fares, sócio-diretor comercial da Marabraz.

O e-commerce terá a mesma identidade visual das antigas lojas Mappin. O site já está no ar com aba sobre o histórico da marca e alusão ao famoso jingle “Venha correndo”.

You may be interested

Bolsonaro diz que ‘não pode existir’ prisão para PM que algemar de ‘forma irregular’
Presidente
8 Visualizações
Presidente
8 Visualizações

Bolsonaro diz que ‘não pode existir’ prisão para PM que algemar de ‘forma irregular’

Carlos Nascimento - 16/08/2019

Projeto do abuso de autoridade, aprovado pela Câmara, prevê pena de seis meses a dois anos de detenção para quem submeter o preso ao uso de algemas…

‘Crime impossível’, diz polícia sobre mulher que insistiu em retirar prêmio da Mega-Sena com bilhete falsificado em MT
Policia
7 Visualizações
Policia
7 Visualizações

‘Crime impossível’, diz polícia sobre mulher que insistiu em retirar prêmio da Mega-Sena com bilhete falsificado em MT

Carlos Nascimento - 16/08/2019

Segundo a polícia, ficou entendido que a jovem utilizou 'de meio absolutamente ineficaz' para tentar aplicar o golpe, configurando crime impossível. Bilhete foi falsificado, segundo a Polícia…

Laudo preliminar de perícia sugere que liderança indígena do Amapá não foi assassinada
Crimes
8 Visualizações
Crimes
8 Visualizações

Laudo preliminar de perícia sugere que liderança indígena do Amapá não foi assassinada

Carlos Nascimento - 16/08/2019

PF informou nesta sexta-feira (16) que indícios são de afogamento. Cacique morreu em julho. Polícia Federal enviou equipes para investigar morte de líder indígena e possível invasão…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Most from this category