00:00:00
18 Aug

Huawei anuncia o próprio sistema operacional, chamado de HarmonyOS

Interface deve substituir o Android funcionar em celulares da empresa chinesa e funcionar também em alto-falantes inteligentes, acessórios tecnológicos e até em veículos.

Richard Yu, diretor da divisão de negócios para o consumidor da Huawei, apresenta o HarmonyOS na conferência para desenvolvedores da fabricante chinesa — Foto: Reuters/China Stringer Network
Richard Yu, diretor da divisão de negócios para o consumidor da Huawei, apresenta o HarmonyOS na conferência para desenvolvedores da fabricante chinesa — Foto: Reuters/China Stringer Network

A Huawei anunciou oficialmente nesta sexta-feira (9) o sistema operacional HarmonyOS, que a empresa estava desenvolvendo para substituir o Android em seus aparelhos. Na China, a interface será chamada de Hongmeng.

De acordo com a fabricante, o HarmonyOS, que será de código aberto, vai funcionar em diferentes tipos de dispositivos, de celulares a carros, acessórios inteligentes e assistentes de voz residenciais. O sistema operacional deve ser lançado para terminais de veículos e acessórios até o final deste ano e ser expandido para outros aparelhos nos próximos 3 anos.

A empresa também anunciou a nova versão do sistema baseado em Android EMUI10, que é feito para funcionar nos telefones e tablets da Huawei enquanto acontece a transição para o HarmonyOS. De acordo com Richard Yu, diretor da divisão de negócios para consumidor da Huawei, a empresa pode começar a usar o HarmonyOS em smartphones “a qualquer momento”, mas por enquanto está dando prioridade para o Android.

O anúncio acontece em meio a entraves que a empresa chinesa enfrenta com o governo norte-americano. Em maio, a administração de Donald Trump incluiu a Huawei em uma lista de companhias que não poderiam fazer negócios com empresas americanas.

Por causa disso, o Google cortou laços com a Huawei e as atualizações do Android nos celulares da chinesa ficaram rodeadas de incerteza.

Além do sistema operacional, a Huawei já fabrica alguns componentes para seus celulares, como os processadores Kirin. A empresa é a segunda maior vendedora de smartphones do mundo e lidera o setor de equipamentos de telecomunicação.

Em pronunciamento, Yu disse que o sistema é “completamente diferente do Android e do iOS” porque tem a habilidade de escalar os aplicativos para diferentes aparelhos. “É possível desenvolver o aplicativo uma vez e então, de maneira flexível, expandi-lo para diferentes devices”, disse.

You may be interested

Bolsonaro diz que ‘não pode existir’ prisão para PM que algemar de ‘forma irregular’
Presidente
8 Visualizações
Presidente
8 Visualizações

Bolsonaro diz que ‘não pode existir’ prisão para PM que algemar de ‘forma irregular’

Carlos Nascimento - 16/08/2019

Projeto do abuso de autoridade, aprovado pela Câmara, prevê pena de seis meses a dois anos de detenção para quem submeter o preso ao uso de algemas…

‘Crime impossível’, diz polícia sobre mulher que insistiu em retirar prêmio da Mega-Sena com bilhete falsificado em MT
Policia
7 Visualizações
Policia
7 Visualizações

‘Crime impossível’, diz polícia sobre mulher que insistiu em retirar prêmio da Mega-Sena com bilhete falsificado em MT

Carlos Nascimento - 16/08/2019

Segundo a polícia, ficou entendido que a jovem utilizou 'de meio absolutamente ineficaz' para tentar aplicar o golpe, configurando crime impossível. Bilhete foi falsificado, segundo a Polícia…

Laudo preliminar de perícia sugere que liderança indígena do Amapá não foi assassinada
Crimes
8 Visualizações
Crimes
8 Visualizações

Laudo preliminar de perícia sugere que liderança indígena do Amapá não foi assassinada

Carlos Nascimento - 16/08/2019

PF informou nesta sexta-feira (16) que indícios são de afogamento. Cacique morreu em julho. Polícia Federal enviou equipes para investigar morte de líder indígena e possível invasão…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Most from this category