00:00:00
23 Jan

Pérola Negra promete desfile rico na volta ao Grupo Especial com homenagem à cultura cigana: ‘Fiz promessa’, diz carnavalesco

Anselmo Brito promete viagem na história da comunidade cigana começando pela Índia, mas usando pandeiros e castanholas. Musa transexual Mariah Fernandes foi convidada pelo carnavalesco.

A Pérola Negra vai fazer um tributo ao povo cigano em sua volta ao Grupo Especial do Carnaval 2020. Segundo o carnavalesco Anselmo Brito, para abrir “o grande baú da história desse povo que traz consigo tantas lutas, mas é acima de tudo alegre, festeiro e devoto”, a escola promete uma viagem começando pela Índia, mas usando pandeiros e castanholas.

“Vamos celebrar e aplaudir a importância desse povo, que também chegou ao Brasil nas caravelas portuguesas como escravos e foram grandes bandeirantes a desbravar o Brasil. Com essa celebração de fé e cultura vamos fazer esse grande tributo e reconhecimento a esse povo que foi perseguido e merece nosso respeito. O Pérola explode o coração de alegria de falar do povo cigano!”, afirmou Anselmo ao G1.

A tradicional escola da Vila Madalena, fundada em 1973, foi campeã do Grupo de Acesso em 2019 e agora desfila no Grupo Especial.

O carnavalesco ad Pérola Negra Anselmo Brito e a musa dos destaques de chão Mariah Fernandes — Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação
O carnavalesco ad Pérola Negra Anselmo Brito e a musa dos destaques de chão Mariah Fernandes — Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

De acordo com o carnavalesco, o enredo foi fruto de uma promessa dele em um momento difícil.

“O enredo foi concebido em tributo a Santa Kali, a santa negra do povo cigano, e foi concebido no momento mais difícil da minha carreira. Fiz promessa por ser devoto dela e prometi que se naquele momento tão difícil eu pudesse atravessar o oceano em busca de abrigo e na hora do desespero ser atendido, faria um grande tributo à cultura cigana. ”

A presidente Sheila Monaco está empolgada com a volta ao Grupo Especial.

“A nossa escola merece ser campeã pois foi com muita luta e garra que conseguimos superar as dificuldades e obstáculos em 2019, e assim fomos campeã do Grupo de Acesso! Estamos voltando para o Grupo Especial com ainda mais força, para realizarmos um lindo desfile”, afirmou ao G1.

Pérola Negra tem a rainha Samara Carneiro e a princesa Joyce Rocha — Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação
Pérola Negra tem a rainha Samara Carneiro e a princesa Joyce Rocha — Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Samara Carneiro é rainha de bateria pelo segundo ano consecutivo. Ela foi pé-quente em sua estreia em 2019 e sai agora com a escola no Grupo Especial.

“Minha estreia no Pérola foi o máximo! Encarei com muita alegria, samba no pé e sorriso no rosto, sempre com a positividade de campeã. Acho que isso tudo nos torna pé-quente. Frio na barriga sempre dá, isso é inevitável, mas quando se está à frente da bateria, assim que passa a faixa amarela, todo o medo termina e vira coragem e determinação”, afirmou ao G1.

O time de musas ainda tem Joyce Rocha e será completado pela musa dos destaques de chão Mariah Fernandes, que é transexual.

“Acho muito legal estar no carnaval, mas não é fácil ser uma mulher trans no Brasil. As pessoas te julgam, são preconceituosas, te apontam o dedo. Fui muito bem recebida na escola, o carnavalesco Anselmo me abraçou de braços abertos. Minha fantasia está ficando linda, será um tributo à beleza e ao poder da grande Cleópatra”, disse ela ao G1.

A transexual Mariah Bernardes é musa dos destaques de chão da Pérola Negra — Foto: Divulgação
A transexual Mariah Bernardes é musa dos destaques de chão da Pérola Negra — Foto: Divulgação

Veja a letra do samba:

Bartali Tcherain – A estrela cigana brilha na Pérola Negra

Sou eu filho do oriente
Sob a luz do luar… Valente
Mesmo perseguido não irei me curvar
Carrego meus costumes e heranças
A esperança sempre foi motivação
Se a vida insiste em dor e sofrimento
Levo na bagagem o talento que condena a inquisição
No velho continente, ” marquei” toda essa gente
Minha cultura aos quatro cantos florescia
Paixão que fez raiz em Andaluzia

Gira cigana, saia rodada
O seu bailado, acende a fogueira
Tem castanholas, violinos e pandeiros
É festa pra dançar a noite inteira

Na palma da mão destino traçado
Presente e futuro, nos leva ao passado
Energia reluz no cristal
A carta da sorte espanta o mal
Sou um bandoleiro vagando na vida
Coberto de ouro, paixão colorida
Nas minhas andanças de longas jornadas
Cheguei ao Brasil

A vera cruz de encantos mil
Rogai por nós, oh Santa Sara
Olhai por nós… salve a cigana Madalena
A nossa voz

Sou a força do bem, emoção que irradia
A estrela da sorte é a luz que me guia
Minha Pérola é a escola que eu amo
Joia rara do samba e do povo cigano

You may be interested

‘O pior inimigo do meio ambiente é a pobreza’, diz Paulo Guedes em Davos
Economia
5 Visualizações
Economia
5 Visualizações

‘O pior inimigo do meio ambiente é a pobreza’, diz Paulo Guedes em Davos

Carlos Nascimento - 21/01/2020

Segundo o ministro da Economia, as pessoas destroem o meio ambiente 'porque precisam comer'. Ministro da Economia, Paulo Guedes, participa do Fórum Econômico Mundial, em Davos. —…

Volta às aulas: saiba como preparar as crianças para a nova rotina
Educação
4 Visualizações
Educação
4 Visualizações

Volta às aulas: saiba como preparar as crianças para a nova rotina

Carlos Nascimento - 21/01/2020

O POVO conversou com uma psicopedagoga e listou algumas dicas Pais devem estar atentos na volta às aulas, principalmente em relação às crianças pequenas (Foto: Camila De…

Atriz terá de suspender contrato com a Globo para assumir Cultura
Política
4 Visualizações
Política
4 Visualizações

Atriz terá de suspender contrato com a Globo para assumir Cultura

Carlos Nascimento - 21/01/2020

A ideia do governo federal é que a atriz ajude a "pacificar" o setor, um dos pontos fracos neste início de gestão do presidente  Bolsonaro Regina Duarte…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Most from this category