00:00:00
23 Jan

Polícia confirma terceira morte por síndrome nefroneural em BH

Homem de 89 anos morreu no Hospital Mater Dei, na Região Centro-Sul da capital mineira. Doença tem sido vinculada ao consumo de cerveja artesanal vendida em Belo Horizonte.

A Polícia Civil confirmou, na manhã desta quinta-feira (16), a terceira morte provocada pela síndrome nefroneural em Belo Horizonte. A doença tem sido vinculada ao consumo da cerveja artesanal Belorizontina, da fabricante Backer.

A vítima é um homem de 89 anos, que não teve a identidade divulgada até a última atualização desta reportagem. O paciente morreu no Hospital Mater Dei, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, por volta das 2h50. O corpo deve passar por exames e perícia no Instituto Médico-Legal (IML).

Hospital Mater Dei, no bairro Santo Agostinho, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte — Foto: Alex Araújo/G1
Hospital Mater Dei, no bairro Santo Agostinho, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte — Foto: Alex Araújo/G1

Resumo:

  • Uma força-tarefa da polícia investiga 18 notificações de pessoas contaminadas após consumir cerveja; três morreram;
  • Os sintomas da síndrome nefroneural incluem náusea, vômito e dor abdominal, que evoluem para insuficiência renal e alterações neurológicas;
  • O Ministério da Agricultura identificou sete lotes de cerveja da Backer contaminados com dietileglicol, um anticongelante tóxico;
  • A Backer nega usar o dietilenoglicol na fabricação da cerveja;
  • A cervejaria foi interditada, precisou fazer recall e interromper as vendas de todos os lotes produzidos desde outubro;
  • Diretora da cervejaria disse que não sabe o que está acontecendo e pediu que clientes não consumam a cerveja.

Nesta quarta-feira (15), a segunda morte pela síndrome havia sido confirmada. Trata-se de Antônio Márcio Quintão de Freitas, de 76 anos. O corpo dele deve ser enterrado às 11h desta quinta-feira. Permanece sob investigação a morte de uma mulher em Pompéu, Região Centro-Oeste do estado.

A primeira vítima da síndrome a morrer foi Paschoal Dermatini Filho, de 55 anos. Ele estava internado em Juiz de Fora e morreu em 7 de janeiro.

Paschoal Dermatini Filho, de 55 anos, morreu em Juiz de Fora — Foto: Redes Sociais/Reprodução
Paschoal Dermatini Filho, de 55 anos, morreu em Juiz de Fora — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Paschoal Dermatini Filho, de 55 anos, morreu em Juiz de Fora — Foto: Redes Sociais/Reprodução

00:00/02:53

Ministério da Agricultura aponta 7 lotes da Backer contaminados com dietilenoglicol

Ministério da Agricultura aponta 7 lotes da Backer contaminados com dietilenoglicol

Sintomas e tratamento

Ministério da Saúde investiga síndrome nefro neural em Minas Gerais  — Foto: Reprodução/TV Globo
Ministério da Saúde investiga síndrome nefro neural em Minas Gerais  — Foto: Reprodução/TV Globo

Ministério da Saúde investiga síndrome nefro neural em Minas Gerais — Foto: Reprodução/TV Globo

Entre os sintomas da síndrome nefroneural estão alterações neurológicas e insuficiência renal. De acordo com a presidente da Sociedade Mineira de Nefrologia, Lilian Pires de Freitas do Carmo, os primeiros sinais de intoxicação por dietilenoglicol são dores abdominais, náuseas e vômitos. O tratamento é feito no hospital, com monitoração, e tem o etanol como antídoto.

Ministério aponta novos lotes de Belorizontina, da Backer, contaminados — Foto: Danilo Girundi/TV Globo
Ministério aponta novos lotes de Belorizontina, da Backer, contaminados — Foto: Danilo Girundi/TV Globo

Ministério aponta novos lotes de Belorizontina, da Backer, contaminados — Foto: Danilo Girundi/TV Globo

Lotes contaminados

Até o momento, o dietilenoglicol foi encontrado pela Polícia Civil em três lotes da cerveja Belorizontina: L1 1348L2 1348 e L2 1354. A Backer considera que são dois lotes, sendo L1 1348 e L2 1348 linhas diferentes de um mesmo lote.

O Ministério da Agricultura identificou a substância tóxica em seis lotes da cerveja Belorizontina. São eles: L2 1354L2 1348L2 1197L2 1604L2 1455 e L2 1464. A pasta também confirmou a contaminação do lote L2 1348 da cerveja Capixaba, que é a mesma cerveja, mas usa um rótulo diferente.

You may be interested

‘O pior inimigo do meio ambiente é a pobreza’, diz Paulo Guedes em Davos
Economia
5 Visualizações
Economia
5 Visualizações

‘O pior inimigo do meio ambiente é a pobreza’, diz Paulo Guedes em Davos

Carlos Nascimento - 21/01/2020

Segundo o ministro da Economia, as pessoas destroem o meio ambiente 'porque precisam comer'. Ministro da Economia, Paulo Guedes, participa do Fórum Econômico Mundial, em Davos. —…

Volta às aulas: saiba como preparar as crianças para a nova rotina
Educação
4 Visualizações
Educação
4 Visualizações

Volta às aulas: saiba como preparar as crianças para a nova rotina

Carlos Nascimento - 21/01/2020

O POVO conversou com uma psicopedagoga e listou algumas dicas Pais devem estar atentos na volta às aulas, principalmente em relação às crianças pequenas (Foto: Camila De…

Atriz terá de suspender contrato com a Globo para assumir Cultura
Política
4 Visualizações
Política
4 Visualizações

Atriz terá de suspender contrato com a Globo para assumir Cultura

Carlos Nascimento - 21/01/2020

A ideia do governo federal é que a atriz ajude a "pacificar" o setor, um dos pontos fracos neste início de gestão do presidente  Bolsonaro Regina Duarte…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Most from this category