Após críticas, Zuckerberg admite rever as regras do Facebook

O The Verge obteve uma gravação de uma reunião do fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, declarando aos funcionários da empresa que poderá reavaliar as políticas da empresa a respeito “do uso de força do Estado”.

Zuckerberg tem sido alvo de múltiplas críticas dos colaboradores da sua empresa depois de ter tomado a decisão de não alterar ou remover uma publicação do Presidente dos EUA, Donald Trump. A mesma publicação, recorde-se, que o Twitter adicionou um link de verificação de fatos e que deu início a um conflito com a administração Trump.

“Há uma verdadeira questão sobre isso, que é se queremos evoluir a nossa política em torno da discussão do uso de força do Estado”, declarou Zuckerberg. “Ao longo dos próximos dias, à medida que a Guarda Nacional é enviada, acredito que o maior problema seria o uso excessivo de força. Penso que podemos ter uma boa discussão sobre o assunto”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui