"As suas vidas importam", diz Obama para os jovens negros

Depois de já ter reagido nas redes sociais à morte de George Floyd e aos protestos que se seguiram nos Estados Unidos, e que já alastraram a outros pontos do globo, Barack Obama falou nesta quarta-feira pela primeira vez para a(s) câmara(s). O ex-presidente americano participou de um fórum virtual via Zoom, que também teve como convidados líderes locais e nacionais do movimento de reforma policial.

No momento de maior destaque das intervenções de Obama, o antigo líder dos Estados Unidos decidiu dirigir-se diretamente aos jovens negros. 

“Como foi eloquentemente descrito, vocês testemunharam demasiada violência (…) e demasiadas vezes alguma dessa violência veio de pessoas que deviam servir e proteger”, declarou Obama. 

“Quero que saibam que vocês importam. Quero que saibam que as suas vidas importam, os seus sonhos importam. Quando vou para casa e olho para as minhas filhas, Sasha e Malia, e olho para os meus sobrinhos e sobrinhas, vejo o potencial sem limites que continua a prosperar”, afirmou. 

Obama elogiou os jovens que saíram às ruas para protestar pacificamente contra a injustiça e que espera que, apesar do que aconteceu a George Floyd, estes jovens se sintam esperançosos “porque vocês têm o poder para tornarem as coisas melhores e ajudarem o país inteiro a sentir que isto é algo que tem de mudar”. 

Ainda assim, Obama salientou que o país “não tem a capacidade de erradicar 400 anos de racismo de uma vez só”. O ex-presidente defendeu a necessidade de reformas na polícia, que devem ser implementadas a nível local, e pediu aos prefeitos que acabem com o “racismo institucionalizado”. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui