Canadá ultrapassa 100 mil contágios e lança aplicação de rastreio

O Canadá vai lançar uma aplicação móvel de rastreio de contatos para seguir a propagação da pandemia de covid-19, anunciou hoje o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, quando o país ultrapassou os 100.000 casos de contágio.

O carregamento da aplicação será voluntário e a tecnologia, desenvolvida em parceria com as empresas canadenses Shopifyn (comércio ‘online’) e Blackberry, estará disponível em todo o país “no decurso das próximas semanas”.

“Estamos desenvolvendo uma aplicação móvel à escala nacional que vai informar os utilizadores se foram expostos à covid-19”, precisou Trudeau na coletiva de imprensa diária.

O chefe do Governo canadense garantiu que a informação pessoal não será guardada ou partilhada e ainda que nenhum serviço de localização será utilizado.

“A vida pessoal será respeitada”, assegurou Trudeau, precisando que a Comissão de Proteção da Vida Privada do país foi consultada.

Este tipo de aplicação, já lançada em várias dezenas de países, tem suscitado preocupações em relação ao respeito pela vida privada dos cidadãos.

A aplicação alertará os utilizadores que tenham estado em contato com uma pessoa que testou positivo ao novo coronavírus, lembrou Trudeau, apelando à população para baixar a aplicação no celular. 

O anúncio de Trudeau surge no dia em que o Canadá ultrapassou a barreira dos 100.000 contágios pelo novo coronavírus, segundo uma compilação de dados oficiais feito pelas cadeiras de televisão do país.

A propagação do vírus tem diminuido ligeiramente nas últimas semanas em todo o país e a maior parte das diferentes províncias já começou o processo de desconfinamento.

Com mais de 8.300 mortes, o que equivale a 220 óbitos por milhão de habitantes, o Canadá ocupa o 11.º lugar na lista dos Estados com vítimas mortais associadas à covid-19.

O Canadá, que conta com cerca de 38 milhões de habitantes, situa-se atrás de vários países europeus (como a Bélgica, Reino Unido, Espanha Itália e França), bem como dos Estados Unidos, o país mais afetado pela pandemia.

Cerca de 90% dos casos estão concentrados em Ontário e sobretudo em Quebec, província que conta com mais de metade dos casos e de mortos em todo o país.

Dos cerca de 5.300 óbitos associados à covid-19 registrados em Quebec, mais de 80% são de pessoas idosas que se encontravam em lares.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 449 mil mortos e infectou mais de 8,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui