Dólar opera em queda e chega a ser vendido por menos de R$ 5

O dólar retoma a queda ante o real, após ter subido na quinta-feira (4), alinhado à desvalorização frente outras divisas emergentes ligadas a commodities no exterior em meio ao apetite por ativos de risco. Na manhã desta sexta-feira (5), a moeda chegou a ser vendida a R$ 4,988, o menor valor desde 26 de março.

O otimismo, por enquanto, se apoia na notícia de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados, grupo conhecido como Opep+, concordou em estender o corte na oferta de petróleo até fim de julho, além da reabertura das economias em diversos países, após o choque do novo coronavírus. As bolsas sobem e o petróleo ganha mais de 3% em NY e Londres.

Mais cedo, a alta do IGP-DI de maio acima do teto das projeções do mercado ficou em segundo plano. O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou a alta a 1,07% em maio, após avanço de 0,05% em abril.

Já o Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) caiu 0,30% em maio, após a alta de 0,04% registrada em abril. O indicador é usado para mensurar o impacto da movimentação de preços entre famílias com renda mensal entre 1 e 2,5 salários mínimos.

*Com Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui