Enfermeiro suspeito de matar oito idosos é detido na Itália

Um enfermeiro suspeito de ter matado oito idosos numa residência sênior na região central da Itália foi detido após uma investigação de quase dois anos, divulgaram hoje as agências de notícias italianas.O Ministério Público de Ascoli Piceno, na região italiana de Marche (centro-leste), abriu uma investigação em setembro de 2018 após a ocorrência de cerca de 20 óbitos em circunstâncias “anormais” num lar de idosos localizado naquela zona.

Os investigadores, que apreenderam e analisaram diversos processos médicos, conseguiram identificar o caso de um enfermeiro que, numa fase inicial do inquérito, era suspeito de estar envolvido em dois dos óbitos registrados naquela residência sênior e de ter roubado material médico.

Após vários exames médicos, e quase dois anos depois do início do inquérito, o Ministério Público ordenou a detenção do enfermeiro de 57 anos, que neste momento é suspeito de ter matado oito pessoas e de ter tentado matar outras quatro.

O homem, cujo nome não foi tornado público, teria injetado nas vítimas doses excessivas de medicamentos, causando posteriormente a sua morte.

Tais atos teriam sido cometidos entre janeiro de 2017 e fevereiro de 2019.

Vários casos deste gênero têm sido denunciados e investigados em Itália nos últimos anos, envolvendo enfermeiros, enfermeiras e pelo menos um médico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui