Governo manda investigar suspeitas de irregularidades na Antaq

Despacho do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, cita indícios de ‘enriquecimento ilícito’ e ‘possível cometimento de irregularidade’ por membros e ex-membros da agência. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, determinou a investigação de possíveis irregularidades na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).
A partir de nota técnica elaborada pela Corregedoria da pasta, o ministro determinou a instauração de uma sindicância patrimonial. A investigação foi revelada pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, e confirmada pela TV Globo.
Segundo despacho de Freitas publicado no “Diário Oficial da União” (DOU) desta segunda-feira (15), a Corregedoria deve “apurar indícios de enriquecimento ilícito, inclusive evolução patrimonial incompatível com os recursos e disponibilidades de membros da Diretoria mencionados na referida Nota e também do Superintendente de Outorgas da ANTAQ [Alber Furtado de Vasconcelos Neto]”.
O Ministério da Infraestrutura informou que as investigações pela Corregedoria são sigilosas e que os nomes dos envolvidos não serão divulgados. A TV Globo questionou a pasta para mais detalhes da apuração e aguardava uma resposta até a última atualização desta reportagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui