Homem é preso por ameaçar e tentar extorquir R$ 5 milhões de Doria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Polícia Civil pediu a prisão de um homem acusado de tentar extorquir o governador João Doria (PSDB).

Segundo as investigações, o homem entrou em contato por meio de rede social da primeira-dama Bia Doria e também mandou mensagens de áudio ao governador cobrando R$ 5 milhões para que ele não fosse assassinado.

A polícia afirma ter identificado o suposto responsável, Hércules Cordeiro Torres, por meio de endereço email e conta vinculada ao Instagram, na conta @opdoriajr.

“Já no âmbito das investigações, fora feita solicitação ao Facebook, seguida da resposta, onde se identificou não só os Ips (Internet Protocol) de criação e acesso da conta “@opdoriajr”, utilizada para as extorsões, como o e-mail vinculado a tal conta, ou seja, heir@outlook.com.br. Tal e-mail provou-se ser do indiciado HÉRCULES, como se verá do Relatório de Investigação com a marcha desta”, diz o relatório de investigação.

De acordo com o documento, Hércules e sua namorada estão presos e já prestaram depoimento, em Santa Cruz do Capibaribe (PE). “Ponto fulcral, além da “confissão” do indiciado Hércules, o fato de sua namorada, Maria Alane dos Santos Silva residir ao lado de Geneci de Souza Lima e utilizar o sinal de Internet deste. Insta recordar que o assinante de uma das linhas vinculadas a um dos Ips utilizados para acessar a conta “@opdoriajr”, é justamente Geneci”, diz o relatório.

O relatório fala ainda em uma suposta confissão do suspeito. “Como pré-requisito, há robustos indícios de autoria, inclusive (e principalmente), confissão do indiciado. Não convence a versão de que “queria apenas assustar” as vítimas; muito ao contrário, insistiu na extorsão por meio de áudios (após tê-las feito por meio de mensagens de texto)”, afirma o relatório.A reportagem não localizou Hércules e sua namorada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui