Lava Jato: Sérgio Machado e irmãos Efromovich são denunciados por lavagem de dinheiro e corrupção em contratos da Transpetro com estaleiro


Segundo a força-tarefa, esquemas de corrupção causaram prejuízos de R$ 650 milhões à estatal. Empresários José (à esquerda) e German Efromovich foram denunciados pelo MPF
Darlan Alvarenga/G1 e Niels Andreas/Agência Estado
O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado e os empresários Germán Efromovich e José Efromovich por corrupção e lavagem de dinheiro em contratos da estatal.
A denúncia foi apresentada à Justiça na terça-feira (22). Os irmãos Efromovich estão em prisão domiciliar desde 19 de agosto, quando foram alvo da 72ª fase da Operação Lava Jato.
Segundo a força-tarefa da Lava Jato, os denunciados são investigados por um esquema de corrupção em contratos de construção de navios fechado pela estatal com estaleiros dos irmãos Efromovich.
De acordo com a denúncia, os crimes foram cometidos entre 2008 e 2014, e causaram um prejuízo de cerca de R$ 650 milhões à Transpetro.
Esta reportagem está sendo atualizada.
Veja os vídeos mais assistidos do G1
Veja mais notícias no G1 Paraná.