Ministério Público Eleitoral concorda com uso de provas do Inquérito das Fake News em ação contra chapa de Bolsonaro e Mourão

O Ministério Público Eleitoral concordou com o pedido para que as provas obtidas no chamado Inquérito das Fake News do Supremo Tribunal Federal sejam utilizadas em uma ação contra o presidente Jair Bolsonaro.
O pedido de compartilhamento das informações foi feito pela coligação do então candidato Fernando Haddad, do PT. Na ação, o petista acusa a chapa de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão de abuso de poder econômico e uso indevido de veículos de comunicação.
A base da ação envolve a denúncia de que empresários teriam bancado o envio em massa de informações falsas contra adversários de Bolsonaro. O presidente nega que isso tenha ocorrido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui