Ministro da Defesa diz que Forças Armadas são ‘fiéis aos ordenamentos jurídico e democrático’ e ‘isentas da política’

O general Fernando Azevedo e Silva visitou, nesta terça (16), centro de comando de operações da Covid-19, no Recife. Ministro da Defesa diz que Forças Armadas são “isentas da política”
O ministro da Defesa, o general Fernando de Azevedo Silva, afirmou, nesta terça-feira (16), no Recife, que as Forças Armadas “são fiéis aos ordenamentos jurídico e democrático”. “As Forças Armadas estão isentas da Política”, declarou, durante visita ao centro de comando da Covid-19 (veja vídeo acima).
Confira o cronograma e fases do plano de flexibilização
Saiba o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus
Coronavírus: veja perguntas e respostas
Na capital pernambucana, o general, que é do Exército, cumpriu o segundo dia de visitas ao Nordeste. Em uma rápida entrevista coletiva, o ministro Azevedo e Silva falou sobre as atribuições das Forças Armadas e do papel dos militares.
“Desde a Constituição de 88, quer dizer já são três décadas, nós fomos fiéis e somos fiéis aos ordenamentos jurídico e democrático em vigor. Demos provas disso”, disse.
Ele também falou sobre a relação entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. “Estamos conscientes também do artigo da Constituição sobre a harmonia e independência dos poderes. Cada poder tem que respeitar o limite do outro”, afirmou.
O general não falou sobre as questões envolvendo o governo Bolsonaro e o Judiciário, mas disse que “as Forças Armadas não têm viés político nenhum. O pessoal da ativa está voltado para missões, atribuições e operações do dia a dia”.
Ainda segundo ele, “as Forças Armadas estão isentas da política”. O general também declarou que, como ministro da Defesa, é “o representante político das Forças Armadas. Mais ninguém”.
Ao ser questionado sobre os problemas envolvendo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, ele disse que “isso é uma questão do presidente da República”. “Não compete a mim dar opinião”, afirmou.
Na quinta (15), O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o ministro Weintraub, “não foi muito prudente” ao comparecer, no domingo (14), a um ato de apoio ao governo na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Segundo Bolsonaro, o ministro estava representando a si próprio e não ao governo.
Missão
Ministro da Defesa visita Pernambuco para fazer vistoria de operação contra Covid-19
No Comando Militar do Nordeste, no bairro de Curado, na Zona Oeste do Recife, o general visitou o Centro de Coordenação de Operações, onde recebeu informações sobre o trabalho do Comando Conjunto Nordeste na operação de combate à Covid 19 (veja vídeo acima).
O Comando conjunto Nordeste é um dos dez criados no Brasil para lidar com a pandemia. Inclui os estados de Alagoas, Ceará, Piauí , Sergipe e Pernambuco. O Ministro conversou por videoconferência com os outros comandos conjuntos.
Também participaram do encontro o comandante militar do Nordeste, general Marco Antônio Freire Gomes, e o comandante do conjunto Nordeste, general Ivan Ferreira Neiva Filho.
Desde março, segundo ele, os militares realizam várias ações. Entre elas, estão o transporte de materiais e equipamentos, de cestas básicas.
As forças, afirmou, também estão ajudando na conscientização da população, com distribuição de panfletos e orientações. “É uma guerra que estamos vencendo”, declarou.
Também estão sendo realizadas ações de desinfeção de locais públicos e doação de sangue. “A nossa Marinha, o nosso Exército e a nossa Força Aérea Brasileira estão de parabéns”, declarou.
Pernambuco tem 3.959 mortes e 46.427 casos de Covid-19
Covid-19 em Pernambuco
Foram confirmados, nesta terça-feira (16), 920 casos e 73 óbitos da Covid-19 em Pernambuco. Com isso, o estado passa a totalizar 46.427 pacientes e 3.959 mortes pela doença provocada pelo novo coronavírus (veja vídeo acima). Também houve registro de 1.873 pessoas curadas, elevando o total de recuperados para 30.767.
Initial plugin text

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui