Reconstrução da catedral de Notre-Dame pode começar em janeiro

O arcebispo de Paris, Michel Aupetit, confirmou hoje que os trabalhos de reconstrução da catedral de Notre-Dame, atingida por um incêndio em 2019, poderão começar em janeiro, após a fase de consolidação do edifício. “É razoável prever que, quando terminar toda a consolidação, poderemos começar os trabalhos em janeiro de 2021”, disse o responsável aos jornalistas na inauguração de uma exposição de desenhos da catedral, feitos por crianças.

A exposição com os desenhos colocados nos muros do estaleiro foi inaugurada na presença de Jean-Louis Georgelin, chefe das operações de reconstrução da ‘joia’ de arte gótica, que ficou parcialmente destruída em abril do ano passado.

“Pode haver sempre alterações, mas é razoável apontar para esta data”, acrescentou.

O estaleiro da catedral enfrentou vários contratempos, como o atraso durante o verão do ano passado, devido às medidas de prevenção da contaminação por chumbo.

Depois, durante o outono e o inverno, verificaram-se várias tempestades que bloquearam os trabalhos.

Na primavera, foi a vez da pandemia covid-19 mergulhar as obras em nova pausa, retomadas na última semana, com o início da última fase da delicada operação de desmontagem dos andaimes do pináculo da catedral.

Esta estrutura de andaimes é composta por 40 mil peças e pesa mais de 200 toneladas.

Foi colocada em 2018, para restaurar o pináculo da catedral gótica, e embora tenha resistido ao calor intenso, ficou deformada pelo incêndio.

O incêndio na catedral, que pôde ser acompanhado em direto e provocou comoção em todo o mundo, levou pessoas a prometerem a doação de mais de 900 milhões de euros para o seu restauro.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou que a reconstrução deverá estar concluída em 2024.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui